Eugène Delacroix - "A liberdade guiando o povo" - 1830






31 de out de 2010

Serra presidente

Acreditem, não será fácil, a disputa será voto a voto, e a eleição se decidirá aos 45 (!) so segundo tempo, mas a vitória será de Serra presidente! Tudo conspira a favor. Agora, a campanha oficial terminou, mas temos ainda até amanhã a tarde para conseguir o máximo de votos possível. Vale o boca a boca, aquela conversa com o vizinho, com um desoconhecido. Cada voto terágrande importância.

30 de out de 2010

O fututo deste blog

A eleição é amanhã, e apesar do blog estar muito movimentado por conta da eleição, informo que a eleição não é o motivo único da existência deste blog. Segunda-feira, independente do resultado, continuaremos com os olhos bem abertos, de olho em nossa liberdade, que não pode jamais ser ameaçada. Se Serra vencer, teremos muito trabalho, e se Dilma vencer, teremos mais ainda. Desejo a todos um excelente final de semana, e espero estarmos comemorando juntos, na próxima segunda-feira, a certeze de um BR45IL Livre e melhor.

29 de out de 2010

Quem são os institutos de pesquisa

Uma rápida radiografia do sistema de pesquisas e principais institutos:

DATAFOLHA: pertence ao grupo Folha de São Paulo, ganhou do PT o direito de imprimir todas as provas do ENEM. No primeiro turno disse que Dilma venceria. ERROU  por sete pontos percentuais.

VOX POPOLI: esse é "or concur". O dono do instituto é militante petista, inclusive assina uma coluna numa revista do PT. Disse que Dilma venceria no primeiro turno. ERROU por 10 pontos percentuais !!!!

CENSUS: o dono do instituto está fazendo campanha aberta para Dilma, organizando carreatas. Disse que Dilma venceria no primeiro turno com 55% dos votos. ERROU por mais de oito pontos percentuais.

IBOPE: instituto reconhecido por seus inúmeros erros. Ciro Gomes, um dos coordenadores da campanha de Dilma declarou que Montenegro, o dono do IBOPE, vende a própria alma ao diabo por dinheiro. Disse que Dilma venceria no primeiro turno com 55%. ERROU por mais de oito pontos percentuais.

GPP: foi o único instituto que ACERTOU o resultado do primeiro turno. Este mesmo instituto está dando empate técnico para o segundo turno.

Tire suas conclusões e imagine o rio de dinheiro que o PT/Governo estão inundando os institutos, com o intuito de desmotivar a oposição a votar em pleno feriadão.





28 de out de 2010

Minha luta, companheiro

Um país que tem um governo com grande apoio popular, das massas;
Um país cujo governo trata a imprensa como inimiga e golpista;
Um país que gasta mais com propagando do próprio governo do que com saúde;
Um país em que o mandatário adora repetir que "nunca antes na história desse país" referindo-se aos seus feitos;
Um país em que o mandatário se diz perseguido por jornais ou revistas;
Um país em que o mandatário gaba-se a todo momento de sua origem;
Um país em que o mandatário faz o povo pensar que ele começou o país;
Um país em que o estado começa a tomar cada vez mais espaço na economia;
Um país em que o mandatário divide o país entre "as elites" e "nós";
Um país em que o governo defende forte participação do estado para manter o capitalismo;
Um país em que o mandatário defende uma teoria anti liberalismo econômico;
Um país em que o mandatário prega um ufanismo exacerbado;
Um país em que questiona a liberdade de religiões;

Esse país é a Alemanha da década de 30, e esse mandatário é Adolf Hitler. Deu no que deu.
Qualquer semelhança pode NÃO SER mera coincidência.
Dia 31, pense nisso


Quem vota em Dilma?

Sou um democrata por essência, não apenas da boca pra fora, sempre defendi a democracia brasileira. Acho extremamente salutar as figuras da situação e oposição na condução de uma nação, assim como acho salutar a alternância de poder entre estas figuras. Não concordo com a ideologia de muitos partidos, principalmente o PT, mas acho que qualquer cidadão brasileiro tem o direito de gostar do PT. Isso é democracia. Nem por isso, saio atirando objetos na cabeça de militantes petistas. Dito isso, mudo um pouco de foco, e concentro meus comentários na figura da Dilma. Consigo entender alguém gostar do Lula e do PT, mas e a Dilma? Como é possível alguém estando em pleno uso de suas faculdades de discernimento crítico, dar apoio formal a esta mulher? Excluo aqui aquela longa lista de parasitas do sistema, que direta ou indiretamente estão mamando nas tetas da pátria amada, através do partido oficial. Excluo também aquela parcela da população, menos esclarecida, sem acesso a informação e que fica a mercê da mastodôntica propaganda governamental. Essas pessoas são duplamente vítima do petismo, por estarem numa situação de retro-alimentar o sistema. Refiro-me aqui as pessoas esclarecidas, com cultura, estudo, com acesso a informação. Essas pessoas me espantam e me fazem, por vezes, perder a fé no futuro deste país. Como pode alguém, inteligente, ter acesso e saber de toda a corrupção da Casa Civil nos últimos anos, tráfico de influência, fisiologismo, corrupção jamais vista na república, saber do passado terrorista e assassino de Dilma e suas gangues, saber que ela quer amordaçar a imprensa, acabar com as liberdades individuais e coletivas pouco a pouco, quer transformar o Brasil em uma grande Cuba, limitar os direitos sobre a propriedade privada, enfim, todas as atrocidades cometidas e a cometer por essa pessoa, e ainda assim declarar apoio e votar nela??? Sinceramente me faz pensar em algum tipo de patologia psicológica ou algo pior. Não precisa gostar do Serra, e por pior que essas pessoas acham que Serra seja, não é nem sombra de Dilma. Isto é claro como água. Até Ciro Gomes concorda com isso. Essas pessoas não vêem que estão dando um tiro no próprio pé? Não tem nada a ganhar, nada, apenas tudo a perder, pois podem estar jogando nosso país num grande retrocesso econômico, cultural e social. Ainda há tempo.

Mudança de nome

Acabo de alterar o nome do blog de "Brasil Livre" para BR45IL Livre

SERRA DIZ QUE É 'BOM PARA O MUNDO' OUVIR O PAPA DEFENDER A VIDA. TUCANO FAZ CAMPANHA AO LADO DE ÁECIO E ANASTASIA EM MINAS GERAIS

O candidato a presidente José Serra (PSDB) fez um rápido comentário nesta quinta-feira, 28, em Uberlândia (MG), sobre a atitude do papa Bento XVI, que condenou o aborto e conclamou os bispos brasileiros a orientarem politicamente os fiéis católicos. Serra disse que não leu a declaração do papa na íntegra, mas que conhecia o seu teor. "O papa é um líder espiritual mundial da igreja católica, ele tem o pleno direito de emitir as suas diretrizes e orientações para os católicos do mundo. (Ele) Tem plena liberdade de fazê-lo, é um guia espiritual muito importante, e a defesa da vida é algo que merece fazer parte das palavras do Papa, além do que é previsível, além do que é bom para o mundo ouvir isso: a defesa da vida", disse o tucano. Serra esteve no Uberlândia Clube, no começo da tarde de hoje para encontro com políticos e lideranças empresariais e sindicais da região. Ao seu lado estavam o governador reeleito Antonio Anastasia (PSDB) e os senadores eleitos Aécio Neves (PSDB) e Itamar Franco (PPS). Depois de um rápido discurso, Serra tomou um café num ponto tradicional do centro da cidade mineira e seguiu para Montes Claros (MG).

Do portal do Estadão




Sensus faz campanha pra Dilma

Diretamente do blog do Aluizio Amorim:



Olhem aí. Este é o Clésio Andrade, o dono do Instituto Sensus anunciando pelo Twitter que está fazendo campanha para Dilma em Minas Gerais. Ele é mineiro. O Sensus errou feio no primeiro turno. Sempre dá altas vantagens para a Dilma. Qual a isenção e a confiabilidade de um instituto cujo dono é aliado do PT?
Mas os jornalões se negaram a veicular a pesquisa do Instituto GPP que é mais honesto. Na sua home-page na internet informa que realizou a pesquisa sob encomenda do vice de Serra, o deputado Índio da Costa, que registrou a pesquisa no TSE, liberando assim sua divulgação, conforme já postei aqui no blog mais abaixo.Venho alertando antes mesmo do início da campanha que o Brasil está sendo alvo do maior embuste de sua história. Imaginem, uma candidata que não tem nenhuma história política e que deseja pular do nada para a Presidência da República.Esse embuste, conforme já alertei, envolve uma grande rede de poder que começa no Palácio do Planalto, passa pelos grandes empresários e banqueiros, institutos de pesquisa e, finalmente, a grande imprensa nacional. Todos eles juntos conspiram contra a democracia e a liberdade e tentam implantar um regime do tipo venezuelano. Para isso tentarão calar a imprensa, como de fato já estão tentando. Não terão muito trabalho para isso, dada a notória sabujice dos donos dos grandes veículos. Resta a revista Veja que ainda resiste. Na Venezuela determinaram o fechamento de 32 emissoras de rádio e decretaram a prisão do dono do último canal de TV que denunciava as falcatruas de Chávez. Antes fecharam a melhor rede de televisão da Venezuela, que era a RCTV, que passava as novelas que o público adorava. Nem isso deixaram. A prova está aí. Clésio posa vaidoso no Twitter e pouco está se lixando se a democracia e a liberdade estão ameaçadas. Provavelmente, considera-se amigo do "rei" e da "rainha louca".

******

Deixando de lado a imoralidade de um dono de instituto de pesquisa fazer campanha aberta para algum candidato, fica a pergunta: PRA QUE FAZER CAMPANHA SE OS NÚMEROS DO INSTITUTO DELE DÃO VITÓRIA FÁCIL DA DILMA? O QUE ELE SABE QUE NÃO SABEMOS?




Marina ataca biografia de Dilma e diz Brasil não pode ser entregue a ‘quem não conhece’ por Jair Stangler

Eleições no Estadão

Publicado em 27 de agosto


Em campanha no Sul do País, a candidata Marina Silva, do PV, fez críticas em relação ao desconhecimento geral sobre a biografia da candidata do PT, Dilma Rousseff. Em café da manhã em Curitiba nesta quinta-feira, 26, com lideranças do PV paranaense, Marina pediu ao povo brasileiro que “pense duas vezes” antes de fazer suas escolhas. “Que o povo brasileiro pense duas vezes antes de entregar o futuro do Brasil para quem não conhecemos direito”, disse ela. Marina fez uma comparação entre algumas figuras da política nacional para questionar a experiência de Dilma.”Nós conhecemos o presidente Lula, a gente conhecia o Fernando Henrique Cardoso, a gente conhece o Serra – eu discordo dele, mas conheço. O povo pode até discordar de mim, mas me conhece. Eu estou aí há 16 anos na política nacional”, afirmou Marina. E em seguida concluiu: “Mas, com todo respeito à ministra Dilma, nós não conhecemos ela nesse lugar de eleita. Conhecemos como ministra de Minas e Energia, da Casa Civil e até respeitamos o trabalho dela, mas daí a ser presidente da República?” Ainda na mesma linha, a candidata do PV ironizou, sem citar nomes, a indicação que Lula vem fazendo em favor de Dilma. “Quem aqui que se casa só por que chega alguém e diz: ‘casa com esse moço, é uma maravilha de moço’? Não, a gente quer conhecer a pessoa primeiro, não é isso?”



27 de out de 2010

O risco Dilma

Nota oficial do DEM

Entre os vários riscos que o Brasil corre com a possibilidade de Dilma Rousseff ser eleita Presidente da República, a preservação da democracia, das liberdades individuais é, com certeza, o mais grave. Enquanto sua candidata faz discursos de conveniência, o PT já avança em vários Estados do país contra a liberdade de Imprensa, com a criação de conselhos estaduais de comunicação. Esses conselhos são filhotes do mal maior gerado na Conferência Nacional de Comunicação, sob a inspiração do ministro da Secom, Franklin Martins, o Conselho Nacional de Comunicação. Travestidos de representantes da sociedade civil, sindicatos controlados pelo PT aprovaram, na Confecom, os mais variados tipos de censura à imprensa e à liberdade de expressão. Agora, depois da primeira parte da derrota que sofreram nas urnas no primeiro turno e com a cada vez mais real vitória de José Serra e Indio da Costa, eles apressam seus planos totalitários investindo contra a imprensa regional. O país, no entanto, está atento. Os Democratas, através de seu presidente, já estão agindo na justiça para impedir que os petistas transformem o Brasil num regime similar ao que Chávez implantou na Venezuela. E o eleitor também está atento: além de escolher o homem público mais preparado para governar o Brasil, José Serra, ele vai às urnas neste próximo 31 de outubro para proteger a democracia.




Paulo Bornhausen

Líder do DEM na Câmara Federal
 
 

Manifesto de artistas e intelectuais

Votamos em Serra! Ele tem história. Serra está na origem de obras fundamentais nas áreas da Cultura, da Educação, da Saúde, da Infraestrutura, da Economia, da Assistência Social, da Proteção ao Trabalho.
Apoiamos Serra, porque ele tem um passado de compromisso com a democracia, com a verdade e com o uso correto dos recursos públicos, dando bons exemplos de comportamento ético e moral, de respeito à vida e à dignidade das pessoas.
Votamos em Serra, porque o País está, sim, diante de dois projetos: um reconhece a democracia como um valor universal e inegociável, que deve pautar o convívio entre as várias correntes de opinião existentes no Brasil; o outro transforma adversários em inimigos, conspira contra a liberdade e a democracia. Precisamos de um Presidente que nos una e reúna, não de quem nos divida.
Apoiamos Serra, porque repudiamos o dirigismo cultural, a censura explícita ou velada, as patrulhas ideológicas, as restrições à liberdade de imprensa, o compadrio, o aparelhamento do Estado em todas as suas esferas e a truculência dos que se pretendem donos do Brasil. Estamos com Serra porque não aceitamos que um partido tome o lugar da sociedade.
Votamos em Serra, porque o grande título da cidadania dos brasileiros é a Constituição, não a carteirinha de filiação a um partido. A democracia é fruto da dedicação e do trabalho de gerações de brasileiros, que lutaram e lutam cotidianamente para consolidá-la e aperfeiçoá-la. O país não tem donos. O Brasil é dos brasileiros.
Apoiamos Serra, porque precisamos ampliar verdadeiramente as conquistas sociais, econômicas e culturais, sobretudo as que ocorreram no Brasil desde o Plano Real e que nos habilitam a ocupar um lugar de destaque no mundo. Estamos com Serra, porque as outras nações precisam ouvir o Brasil em defesa dos direitos humanos, da autodeterminação dos povos e da paz. O nosso lugar é ao lado das grandes democracias do mundo, não de braços dados com ditadores, a justificar tiranias.
Votamos em Serra, porque ele pautou toda sua vida pública com coerência na luta pela justiça social e pela preservação dos valores universais da democracia e das liberdades individuais.
Apoiamos Serra, porque é preciso, sim, comparar os candidatos e identificar quem está mais preparado para enfrentar os desafios que o Brasil tem pela frente, com autonomia, sem ser refém de grupos partidários ou econômicos. Homens e mulheres, em qualquer atividade, se dão a conhecer por sua obra, que é o testemunho de sua vida. A Presidência da República exige alguém com experiência e competência comprovadas. Não basta querer mudar o Brasil, é preciso saber mudar o Brasil. E a vida pública de Serra demonstra que ele sabe como fazer, sem escândalos e desvios éticos.
Serra é a nossa escolha, porque queremos desfrutar, com coragem e confiança, da liberdade e da igualdade de direitos, como exercício de dignidade e consciência.. Vamos juntos eleger Serra para o bem do Brasil e dos brasileiros - sua maior riqueza!
Por um Brasil de verdades e de bons exemplos.
Vote e peça votos para Serra Presidente 45!

Já assinaram o manifesto, entre outros (ver lista completa no site):



Affonso Romano de Sant’Anna
Arnaldo Jabor
Bolívar Lamounier
Carlos Vereza
Celso Lafer
Charles Gavin
Dominguinhos
Elza Berquó
Everardo Maciel
Fabio Magalhães
Fafá de Belém
Fernando Gabeira
Ferreira Gullar
Francisco Weffort
Giulia Gam
Glória Menezes
Guiomar Namo de Mello
Gustavo Franco
Hélio Bicudo
Ives Gandra Martins
João Batista de Andrade
José Gregori
Jose Pastore
Juca de Oliveira
Leiloca
Leôncio Martins Rodrigues
Luiz Alberto Py
Luiz Felipe d’Avila
Lya Luft
Maílson da Nóbrega
Maitê Proença
Malu Mader
Marcelo Madureira
Marco Aurélio Nogueira
Maria Teresa Sadek
Mário Chamie
Mauro Mendonça
Moacir Japiassu
Nana Caymmi
Paulinho Vilhena
Pedro Hertz
Pedro Malan e Catarina
Rosamaria Murtinho
Sandra de Sá
Sérgio Besserman
Sergio Bianchi
Sérgio Fausto
Simon Schwartzman
Stephan Nercessian
Tarcisio Meira
Tonia Carreiro
Tony Bellotto
Vitor Martins
Zelito Viana




SBT Golpista



O que vimos no dia de ontem não pode ser tratado como uma banalidade. A forma como o SBT quebrou as regras de seu debate com o único intuito de prejudicar o candidato tucano, foi um absurdo. Ficou evidente que o debate só existia para exaltar a candidata do Lula, a presença do Serra estava sendo tratada como um mal necessário, uma exigência legal. As regras do debate entre outras coisas diziam que, se um dos candidatos faltasse ou desistisse de participar, seria feita uma entrevista de 30 minutos com o outro candidato, sempre deixando claro, na entrada de cada bloco, que o adversário havia desistido. Pelo que vejo essa regra valia apenas se Serra desistisse. Como foi Dilma quem desistiu, CANCELARAM A ENTREVISTA. E os babacas vêm me falar em "partido da imprensa golpista". Golpe contra quem? Contra a democracia? Contra o Brasil. O PIG na verdade é o Partido da Imprensa Governista. Completamente sem escrúpulos e sem vergonha na cara. Sem esquecer que foi esse mesmo SBT quem criou o factóide da bolinha de papel, sem o menos compromisso com a verdade. Esse é o Brasil que você quer?


26 de out de 2010

Tweet Carlos Vereza



Pesquisa GPP mostra empate técnico com Serra na frente

O instituto GPP registrou no TRE uma pesquisa onde mostra que o candidato José Serra lidera a disputa com 52% dos votos válidos e Dilma com 48%. Os números são diferentes dos divulgados pela mídia nacional, o que provoca um reboliço. A pesquisa ouviu 4.047 pessoas entre os dias 22 e 24 de outubro no país inteiro, “registramos a pesquisa para mostrar para a população e dizer o seguinte: “não viaje, fique na sua cidade e vote. Porque se isso acontecer, o Serra será presidente do Brasil. A eleição vai ser apertada para qualquer um dos lados”, diz o candidato a vice-presidente Índio da Costa. Segundo ainda informação do Instituto GPP, o único que acertou os números no primeiro turno, estes números são de uma pesquisa de campo e não do tracking tucano, que faz pesquisa telefônica. De qualquer maneira, eles estão próximos do que tem constatado o tracking: uma vantagem para Serra, mas ainda em situação de empate técnico. O Instituto GPP goza de credibilidade e tem um histórico de acerto em pesquisas sobre intenção de votos, que realizou em outras disputas eleitorais, inclusive no primeiro turno das eleições presidenciais deste ano, quando acertou o resultado. A pesquisa foi registrada no TER sob o número 37.219/2010

Por Tibério Canuto




Debate da Record

Serra esteve quase perfeito, e de maneira antagônica Dilma poucas vezes esteve pior. A participação dela beirou o patético. Se embaralhou com as palavras e com os pensamentos (?) com o nunca. Foi atropelada por uma jamanta com placa 45. Dilma deve estar considerando seriamente votar em Serra. Se ela tiver um desempenho assim no debate da Glogo, será humilhada diante da maior audiência da campanha. Essa mulher é bizarra, não tem condições de presidir nem grêmio estudantil, quanto mais nossa nação. Que Deus nos proteja.

25 de out de 2010

A mentira de Dilma

Para aqueles que acham que podem acreditar no que Dilma e a turma do PT falam, vejam o Diário Oficial da União abaixo. Notem que ele data do dia 4 de outubro, o dia seguinte ao primeiro turno da eleição. Obviamente ele foi para a gráfica antes, mas foi deixado para ser publicado apenas um dia DEPOIS da eleição. Não esqueçam que Dilma e a turma do PT tinham certeza absoluta que Dilma venceria a eleição no primeiro turno, então não haveria qualquer problema. Mas quis o destino (e o povo) que a eleição fosse para o segundo turno. O conteúdo é a prorrogação de um termo de cooperação do Ministério da Saúde e FIOCRUZ cujo objetivo é um "Estudo e Pesquisa - Despenalizar o aborto no Brasil".

Clique na imagem para ampliar.




Dilma passou a campanha inteira tentando desmentir que seria contra o aborto, mas no PRIMEIRO DIA APÓS AS ELEIÇÕES QUE ACHAVA QUE IRIA VENCER, já mostrou que estava mentindo. Imaginem só o que pode vir no dia 1º de novembro se Dilma vencer. Dá pra confiar em gente assim?



Tracking em vários estados

Do Blog Comunidade Gente Decente:


Vários trackings deste final de semana apontam:
Serra na frente em Minas por 5%.
Em São Paulo com 22% a mais.
No Sul com 14% a mais.
No Rio, diminuiu a diferença para apenas 10% quando já foi de 20%.
No nordeste Serra perde por 32% ( já foi de 44% ).

Pelas projeções se Serra abrir uma diferença em Minas de 12% nesta semana que falta, fatura a eleição
 
*******
 
Não é de hoje que se sabe que MG será o fiel da balança. Empenho máximo em MG, falta pouco!
 
 

CESAR MAIA - AS PESQUISAS E PROJEÇÕES PARA O DIA DA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

Do ex-blog do Cesar Maia:
1. As pesquisas são balizadores, ou como preferem os diretores técnicos do IBOPE e DATAFOLHA, são 'diagnósticos' e não 'prognósticos'. O importante, nesta reta final, é entender que pontos da comunicação dos candidatos estimulam o voto a seu favor, na base da sociedade através do que estatísticos chamam de 'jogo de coordenação'. Ou seja, a conversa solta e informal entre pessoas nos seus locais de moradia, trabalho, lazer..., sobre a campanha. Como induzir agendas que estimulem essas conversas na direção desse ou daquele candidato?

2. Paulo Coelho em "O Aleph": "É o que você faz no presente que redimirá o passado e logicamente mudará o futuro." Criticar as pesquisas não adianta nada. Há que avaliar as possibilidades efetivas de vitória -hoje- e trabalhar com elas.

3. Para não se entrar nas vísceras das pesquisas e buscar os polos de indução, o que exigiria centenas de cortes por região, nível de instrução, situação em relação ao emprego, a religião, a preferências na imprensa... (o que exigiria um, aqui, espaço muito grande e os dados internos das pesquisas) vamos nos concentrar nos cortes das grandes regiões que todos acompanham. Isolemos o Norte e Centro-Oeste, supondo que se anulem, pró-Dilma, pró-Serra. Ambos têm 7% dos eleitores.

4. A projeção dos resultados das pesquisas realizadas e em realização, pesquisas nacionais e diárias, mostra que Dilma vencerá no Nordeste e Serra no Sul e no Sudeste. Para simplificar, use a relação 1 para 2. Ou seja, a diferença de Dilma no Nordeste é compensada por uma diferença que seja a metade dessa no Sudeste. Se a diferença de Dilma no Nordeste for de 2, no Sudeste Serra terá que vencer por 1 para empatar.

5. As pesquisas de 'ontem' dão a Dilma no Nordeste uma diferença de 30 pontos. Se isso se confirmar, Serra teria que ter no Sudeste e no Sul 15 pontos de diferença. No Sul caminha para isso. O Datafolha já deu 11%. Chegar aos 15 pontos é provável. Em SP, pesquisas deste fim de semana já dão a Serra 20 pontos de diferença. O eleitorado de SP é de 2,6 vezes o do RJ. Com isso, a diferença -de ontem- pró-Dilma no Rio de 10 pontos é coberta por SP e ainda sobram 5 pontos para MG.

6. Em MG, a diferença foi eliminada nos últimos dias e o empate de ontem projeta uma vitória de Serra. Se Serra vencer em MG por 10 pontos a eleição estará empatada. (Ou claro, se reduzir a diferença no Nordeste, RJ, etc.).

7. E ainda há o complicador do 'não voto', ou seja, dos votos brancos, nulos e abstenção que mexem com importantes 3 a 4 pontos no final. O 'clinche' entre Serra e Dilma, com acusações recíprocas, deve afetar esse conjunto do 'não-voto' ampliando-o em relação ao primeiro turno. E, por razões sociais e sub-regionais, ocorre mais no Nordeste.

8. Política é um jogo estratégico: depende dos movimentos recíprocos das forças adversárias. Os números das pesquisas falam de ontem. Mas o jogo está sendo jogado e os 'jogos de coordenação', em andamento. Os números anteriores são factuais. E não são estáticos. O jogo está aberto.




24 de out de 2010

Viúva de Chico Mendes recebe ameaças de morte após apoiar Serra na TV

Do "A Tribuna" - Acre


Um dia após ter o portão de sua residência derrubado por três homens não identificados, Ilzamar Mendes, viúva do líder seringueiro Chico Mendes, revelou em entrevista à reportagem de A TRIBUNA que dias atrás recebeu uma ameaça por telefone. “Uns dois dias após eu aparecer na mídia nacional recebi uma ligação de um telefone sem identificação. A voz era de um homem que me perguntou: Você não tem medo que aconteça a você o mesmo que aconteceu a Chico Mendes? A pessoa disse apenas isso e desligou”, revela.  De acordo com ela, na época em que recebeu a ligação preferiu apenas contar o fato aos familiares para não criar uma polêmica ou gerar sensacionalismo. Contudo, Ilzamar Mendes diz que após a tentativa de invasão a sua residência trouxe consigo um sentimento que ela conheceu anos atrás, na época em que Chico Mendes era ameaçado por pistoleiros diariamente. “É inevitável não sentir medo diante dessa tentativa de invasão. Vivi oito anos com o Chico e não tivemos um mês de sossego. Vi meu marido, pais dos meus filhos, ser morto covardemente na porta de casa”, relembra Ilzamar Mendes. Ilzamar Mendes contou que a tentativa de invasão a sua residência foi percebida por uma adolescente que mora com ela. Ao ser avisada pela menina que estavam tentando derrubar o portão, a viúva de Chico Mendes conta que acionou a polícia. “Enquanto eu respondia às perguntas sobre onde moro, do que se tratava eu percebi que eles iam adentrando no quintal. Foi então que fiquei mais apavorada e comecei a ligar para os meus filhos e liguei para um irmão que chegou bem rápido aqui”, conta. Enquanto Ilzamar Mendes falava com os familiares os três homens deixaram o local. “Sei apenas a altura deles e que estavam de roupas escuras. Quando a polícia chegou, cerca de 20 minutos após minha ligação, eu relatei o que pude. Nós ainda fizemos umas buscas aqui por perto, mas não localizamos ninguém que parecesse com eles”, disse. A polícia fez guarda durante toda a madrugada na casa porque o portão estava derrubado. Os filhos de Ilzamar ficaram muito abalados com o fato. “Sandino me ligava a todo instante preocupado comigo. Elenira também. Ambos estavam trabalhando em municípios próximos e ao saber da tentativa de invasão quiseram vir me encontrar, mas era muito tarde. Mas hoje vamos nos encontrar”, comentou. Ilzamar diz que a polícia continua investigando o caso. Ela afirmou que a questão da invasão à casa onde mora não inclui apenas questão de segurança na sua propriedade. "Infelizmente isso pode acontecer a qualquer cidadão de bem. Não apenas à viúva de Chico Mendes. Todos nós estamos reféns da falta de segurança que atinge nosso estado. Mas claro que depois disso eu vou mudar alguns hábitos”, adiantou. Para Ilzamar Mendes, o fato ocorrido ontem chama a atenção porque se fosse um assalto os três homens não teriam feito barulho ou teriam entrado na propriedade por outro lugar. “Agora vamos ficar mais atentos”, concluiu. (Nayanne Santana)



O sapo na panela




Certa certa vez, um cientista decidiu fazer uma experiência com a capacidade térmica dos sapos. Ele pegou duas panelas,uma com água fervente e outra com água fria. Colocou as duas no fogo e jogou um sapo em cada uma. Na primeira, com água fervente,o sapo pulou desesperadamente para fora da panela, numa resposta imediata ao seu sistema de defesa. Na segunda,o sapo continuou dentro da panela. Sem se dar conta de que a àgua estava esquentando gradativamente, nem se mexeu. Não sentindo as mudanças a sua volta, pois seu organismo não responde a mudanças lentas de temperatura, acabou morrendo cozido. É exatamente isso que o PT tem feito com o Brasil nos últimos oito anos. Se, quando Lula tomou posse, ele colocasse em prática todas as ideias de cunho totalitário, com certeza seu mandato não chegaria ao fim. Mas o que ele fez, foi colocar o povo brasileiro em uma panela com água fria, e ir esquentando aos poucos, sem que ni nguém percebesse o aumento gradual da temperatura. Foi aos poucos apaarelhando o estado, desafiando o judiciário, testando os limites da legalidade, implantando de forma sistemática o fisiologismo e a corrupção, controlando a imprensa, cooptando jornalistas e ´veículos de comunicação tornando-os dependentes da publicidade oficial. Pois agora a água está quase fervendo, e para a água ferver basta Dilma vencer as eleições. Precisamos tirar essa panela de cima do fogo, e dar um banho de água fria nas pretensões petistas.


Última semana de campanha

Estamos entrando na última semana de campanha. A campanha presidencial mais disputada e mais ferrenha desde a redemocratização do Brasil. Agora, o que realmente impressiona, é como a maioria dos eleitores brasileiros não se deu conta ainda da seriedade deste momento, do que está em jogo nesta eleição. A maioria dos eleitores, vota para presidente, como se estivesse votando no Big Brother, com total despreparo. Estamos prestes a escolher o mandatário da nação, para os próximos quatro anos. Mas muito mais do que isso está em jogo. O que está em jogo aqui é a democracia brasileira em si. Se o PT vencer, conseguirá colocar em prática sua ideia de uma ditadura de esquerda, controle da imprensa, utilização dos órgão públicos com fins políticos para perseguir quem vai contra o partidão, coisas que já vem fazendo, de maneira discreta e crescente. É isso que está em jogo, e as pessoas não vêem. Elas apenas olham para a propaganda e votam em Dilma porque o Lula manda. Nunca ouviram falar de Dilma, sequer sabem quem ela é. O Lula é engraçadinho, fala como povão, então o povo gosta dele, e por pura preguiça de pensar, faz o que ele manda. Estamos às portas de um terrível e calamitoso retrocesso político e social em nosso país. Precisamos fazer alguma coisa. Vamos aproveitar esta última semana e mobilizar o máximo de novos eleitores possível, vamos abrir os olhos daqueles que votam em Dilma por comodidade, e mostrar-lhes o que está em jogo. O que está em jogo é A NOSSA LIBERDADE!

22 de out de 2010

Brasil coração do mundo



"Peçamos a Deus que inspire os homens públicos, atualmente no leme da Pátria do Cruzeiro, e que, nesta hora amarga em que se verifica  inversão de quase todos os valores morais, no seio das oficinas humanas, saibam eles colocar muito alto a magnitude dos seus precípuos deveres. E a vós, meus filhos, que Deus vos fortaleça e abençoe, sustentando-vos nas lutas depuradoras da vida material. "

********
Emmanuel, no prefácio do Livro "Brasil, coração do mundo, Pátria do Evangelho", de Francisco Cândido Xavier (1938).


Tática terrorista do PT

A tática do PT neste fim de campanha, mostra de maneira clara quem é Dilma e quem é o PT: uma quadrilha de terroristas. A Dilma e Lula fazendo terrorismo moral, com mentiras infinitas, e uso indiscriminado da máquina pública, intimidação da PF e das instituições. Um pé no regime ditatorial. Nas ruas os militantes ameaçando com agressões verbais e físicas quem "se atreve" a não declarar voto em Dilma, ou pior ainda, declarar voto em Serra. As pessoas na rua se sentem inseguras e ameaçadas se declararem sua preferência de voto. Meus amigos, já estamos vivendo um regime totalitário. Basta enxergar. Basta olhar para os lados. As pessoas tem medo de colocar adesivos do Serra pois podem ter o carro arranhado, tem medo de dizer que votam em Serra. Mas lá dentro da urna, na solidão democrática daquele momento, podemos declarar nosso voto sem medo de ser coagido pelo maior coronel da história da república. Precisamos matar esse projeto de ditadura nesta eleição, senão será tarde demais.


Programa José Serra (22/10 - tarde)

O programa do Serra de hoje está simplesmente fabuloso. Coloca todos os pingos nos "is". Explora muito bem a catastrófica passagem de Dilma pela secretaria da fazenda de Porto Alegre: "Ela não vai dar conta". Posteriomente esclarece nos mínimos detalhes aa agressões sofridas por Serra, a física e a moral com a mentira absurda de Dilma e Lula. Aliás, Lula fica com cara de idiota, ao ser desmentido em rede nacional de TV. O pronunciamento final de Serra fecha com chave de ouro um belo programa.



21 de out de 2010

Onde está a campanha do Paraná?



Estive hoje em Curitiba durante o dia todo e confesso que fiquei impressionado com a ausência total da campanha de Serra nas ruas. Nenhuma placa, nenhuma bandeira, nada. Nem parece que o Richa deu um banho de votos no estado. Isso deixou bastante espaço livre para a militância do PT, que tomou posse de tudo quanto é canteiro central de avenida e esquinas. Um desespero ter que olhar tanto pra cara da terrorista. Atenção PSDB de Curitiba, vamos colocar a campanha na rua!!


20 de out de 2010

Lugar de terrorista é na cadeia


Isso é fruto da IRRESPONSABILIDADE  do Lula, que incita uma divisão no país entre "nós" e "eles". Lula quer criar o pânico, "para quem está conosco tudo, para quem está contra, pedradas"

REAGE BRASIL!!!!


Os animais do PT querem ganhar eleição na base da força. É o fascismo lulista




José Serra fazia campanha, andando a pé em um calçadão no Rio de Janeiro, quando sua comitiva foi tomada de assalto uma manada de animais carregando bandeiras do PT, que começaram provocações e foram as vias de fato, com pedradas e agressões. Um deles atirou um objeto na cabeça de Serra, que teve que ser atendido em um hospital local. O que podemos esperar de um partido e de uma candidata, que é capaz de colocar sua tropa de choque na rua, para agredir um candidato oposicionista que está exercendo seu direito de fazer campanha? Mais do que isso, Serra estava exercendo seu direito de ir e vir, direito básico, primário, garantido pela nossa Constituição. Mas assim é o lulo-fascismo. Esqueçam os direitos. Cada um pode falar o que quiser, desde que agrade a turma do PT, senão é porrada. O que vão fazer quando se a Dilma assumir a presidência? Caçar a oposição na rua, jogar num porão e torturar? Essa é a democracia petista? Serra, disse com muita propriedade: "O PT tem tropa de choque. Não sei se foi previsto ou não, mas eles fazem no piloto automático. Lembra a tropa dos nazistas? É típico de movimentos fascistas". Eu já disse isso antes, mas se essas criaturas do PT vencerem esta eleição, é o fim do estado de direito, é o fim das liberdades individuais. A "SS" petista estará sempre de guarda na rua, pra dar porrada em quem discorda do ditador. REAGE BRASIL!!!!









Programa José Serra (19/10 - noite)

O programa do Serra de ontem a noite foi excelente, com certeza o melhor que eu vi durante toda a campanha. Começou mostrando que o Serra dá continuidade em tudo o que é bom, não interessa se a ideia foi de aliados ou adversários. Sendo bom para o Brasil, ele dá continuidade (saúde, emprego, transporte, bolsa família, Prouni, etc). Depois mostrou tudo aquilo que ele não dará continuidade: escândalos na Casa Civil, desvio de denheiro público, nepotismo, aparelhamento do estado, etc. Em seguida houve um desfile de figuras desfraldando apoio a sua candidatura, desde Gabeira até Aécio, passando por Anastasia e Alckmin. Todos deram belos depoimentos. Também apareceram alguns artistas, talvez para constratar com o movimento feito pelo PT na véspera. Enfim um programa muito bem montado, que passou a mensagem do começo ao fim. Programa de vencedor.


A Vingança de Ciro Gomes



Depois de acompanhar, com uma boa dose de sarcasmo, a equivocada campanha petista no segundo turno, que tem como coordenador o cachorro raivoso Ciro Gomes, me ocorreu uma hipótese: o Ciro pode não ser o cachorro vira-latas, que foi humilhado, pisado, vilipendiado pelo Lula e por Dilma. Ele passou meses arquitetando como se vingar do PT. E a maneira mais eficiente, não seria apoiar José Serra, mas sim, colocar o rabo entre as pernas, pedir penico pro PT e se oferecer para coordenar a campanha no segundo turno. O PT, estando meio desorientado com a surpresa do segundo turno, prontamente aceitou a generosa oferta de Ciro. Pronto, agora a vingança estava quase completa. Bastou Ciro aproveitar estas semanas para dar os rumos mais improváveis para a campanha petista, sempre batendo forte na mesa, para passar a impressão de que sabe o que faz, e a perda de votos da petista e o crescimento da campanha e apoios a Serra começaram a crescer exponencialmente. Dia primeiro de novembro, quando for anunciada a vitória de Serra, Ciro estará vestindo uma camisa azul e dando estridentes gargalhadas, que se farão ouvir no Palácio do Planato.


19 de out de 2010

PT privatiza a Petrobrás



O PT privatizou a Petrobrás. O novo dono, que não é mais a União, mas sim um tal de Partido dos Trabalhadores. O PT conseguiu aparelhar totalmente a ex-estatal, colocando em todos os cargos de relevância pessoas de seus quadros. Quase a totalidade das verbas de publicidade e patrocínio são direcionadas a eventos e publicações petistas, como por exemplo os 360 mil exemplares da revista da CUT, que faz campanha aberta à candidata do PT a presidencia, e conta com amplo apoio financeiro da Petrobrás, que financiou a tiragem. A Petrobrás, ex-estatal, não pertence mais ao Brasil ou aos brasileiros, mas pertence agora ao Dutra, Mercadante, Zé Dirceu, Lula, Dilma, Erenice, Genoíno, Genro e demais caciques petistas, que usando e abusando de ter conseguido alcançar a presidência da república pelo voto direto, agora estão pilhando todos os bens do Brasil, como verdadeiros piratas de uma nação. Não existe mais União, existem 200 milhões de brasileiros que pagam impostos, que através das (ex) estatais, vai parar nos cofres do PT. O Brasil está acabando.








Estelionato eleitoral


Conforme anunciado, o Vox Popoli anuncia a pesqisa dando uma vantagem de 12 pontos para a Dilma,e praticamente decretando o fim da eleição em favor da petista. O mesmo Vpx Populi que errou no primeiro turno por 12 pontos. O que ele fez da pesquisa passada para essa, foi oscilar dentro na margem de erro, e diminuir os indecisos de 6% para 4%, passando esses dois pontos para a Dilma. Incrível que esse cara ainda esteja andando livre nas ruas. Fosse o Brasil um país minimanete sério, administrado por gente séria, este instituto já teria sido lacrado e o seu proprietário, que é militante do PT e escreve uma coluna para uma revista do PT, estaria respondendo processo por estilionato. Mas roubar e enganar tem sido o ponto forte do PT e de seus aliados devidamente comprados com dinheiro público.


Noblat divulga resultado da pesquisa antes mesmo dela estar concluída

O isento Noblat conseguiu mais uma façanha. De duas uma, ou ele tem dons paranormais, ou evidentemente (mais) esta pesquisa foi paga com dinheiro do PT, uma vez que o próprio Noblat revelou que sua fonte vem da alta cúpula do PT. Agora, se o PSDB não tomar alguma atitude drástica, fica oficialmente diplomado como o partido mais inerte e boca mole de todos os tempos. Agora o PSDB tem a faca e o queijo na mão pra jogar um  monte de titica no ventilador. Basta ter um pouco de coragem e sangue quente correndo nas veias.

18 de out de 2010

Olha a investigação da Dilma!!!!

No debate de ontem, referindo-se ao caso de seu braço direito na casa civil Erenice Guerra, que foi pega com a boca na botija, a candidata dos petralhas bradou: "Nós investigamos e Erenice saiu do governo. Isso significa que nós apuramos aquilo que acontece. Nós temos uma diferença em relação ao candidato Serra. Nós investigamos." Pois por razões inimagináveis o Diário Oficial da União publicou hoje  portaria prorrogando por 30 dias os trabalhos da comissão de sindicância instaurada para investigar o suposto tráfico de influência na Casa Civil. O resultado da sindicância, aberta após denúncias envolvendo a ex-ministra Erenice Guerra, só será conhecido após as eleições. A comissão, integrada por três servidores, foi formada no dia 17 de setembro e teria até 17 de outubro para apresentar o resultado das investigações. Esse é o jeito do PT apurar as falcatruas e roubalheiras de dentro do governo. É muita cara de pau e falta de vergonha na cara dessa gente querer apontar o dedo para o Serra e dizer que ele não investiga o caso de Paulo Preto, no qual o Serra é vítima e não beneficiado. A Casa Civil que virou sede e símbolo da roubalheira do PT agora virou também picadeiro onde os brasileiros são os palhaços.

Site do Terra fala em "doações ilegais" Que doações ilegais?

O site do Terra publicou hoje a seguinte notícia dando cobertura do debate da RedeTV, na noite de ontem: "Serra nega doações ilegais e Dilma diz que Erenice errou".

" As perguntas mais firmes dessa vez ficaram por conta das jornalistas, no terceiro bloco. Questionado pela colunista Renata Lo Prete, da Folha de S. Paulo, Serra negou que teria dito que não conhecia o ex-diretor da Dersa, Paulo Souza Vieira, o Paulo Preto. Em sua resposta, Serra afirmou ainda que é vítima nas denúncias de desvio de dinheiro em sua campanha e relacionou as notícias de seu envolvimento com Paulo Preto a uma suposta onda de sua adversária para difamar seu nome. "Disseram que alguém tinha recebido uma contribuição para minha campanha e não tinha entregado a contribuição", diz Serra. "Nem se trata de dinheiro de governo. Se trata de dinheiro de campanha. Eu não neguei que eu o conhecia. Uma jornalista em Goiânia me perguntou sobre um Paulo Preto. Paulo Preto é um apelido que se dá e é preconceituoso e racista. Paulo Preto. Essa foi a pergunta". Serra afirmou ainda que o PT usa a tática do "pega-ladrão" para desviar as atenções. Sobrou também para a ex-ministra de Lula se explicar. Perguntada pela jornalista Patrícia Zorzan, da RedeTV!, sobre seu relacionamento com a ex-ministra da Casa Civil, Erenice Guerra, Dilma garantiu que combate o nepotismo na administração pública. "As pessoas erram e Erenice errou", disse Dilma. "Eu tenho um compromisso de combater o nepotismo. Nós investigamos e Erenice saiu do governo. Isso significa que nós apuramos aquilo que acontece. Nós temos uma diferença em relação ao candidato Serra. Nós investigamos."

=======================================

A denúncia que envolve o nome do indivíduo conhecido como Paulo Preto, diz respeito a uma suposta doação de campanha que teria sido feita por seu intermédio, e que o dinheiro não teria chego aos caixas do PSDB. Nesse caso, se é que isso aconteceu, o PSDB e o condidato José Serra seriam VÍTIMAS de um desvio, o que é muito diferente de vender favores dentro da Casa Civil. Agora ainda não entendi onde está a "doação ilegal" propagada pela manchete. Na pior das hipóteses, a manchete força um bocado a barra pra transformar um factóide em "doação ilegal" pra campanha. Aliás, quem entende bastante de doações ilegais é a turma da Dilma, pois a própria candidata confessou em debate anterior, que as doações oficiais são todas declaradas (pressupõe-se que as não oficiais não são declaradas). Isso sim é doação ilegal.

Clima de velório

Era assim ques estava a militância e todo o staff petralha, ontem, logo após o debate da RedeTV. Os petistas dizem qu foi a tônica do debate, que foi mais amena, mas na verdade, todos puderam ver e acompanhar, e mesmo os petistas mais convictos perceberam o quão limitada é sua candidata. Ficou muito explícito que ela é fruto apenas de propaganda, que não tem conteúdo nenhum. Ela foi absolutamente incapaz de manter-se por dois minutos falando alguma coisa que tivesse pé e cabeça. Não conseguia manter uma linha de raciocínio por mais de 30 segundos. Como disse Reinaldo Azevedo no Twitter, ela estava o tempo todo "armazenando buffer". Porém, para dar uma animada no ânimo da petralhada de plantão, hoje sai uma pesquisa do super-idôneo instituto Vox Popoli. Não sei que números virão, mas tenho certeza que virá uma "reação" da Dilma e uma estagnação ou até queda de Serra. Podem esperar.

Nota Oficial - José Serra

“Diante de matéria publicada hoje, a campanha de José Serra esclarece: Monica Serra nunca fez um aborto. Essa acusação falsa, que já circulava antes na internet, repete o padrão Miriam Cordeiro de que o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva foi vítima na eleição de 1989. E dá continuidade ao jogo sujo que tem caracterizado a presente campanha desde que um núcleo do PT, montado para fazer dossiês contra o candidato tucano à Presidência, foi descoberto em Brasília. Primeiro eles atacaram a filha de José Serra. Depois atacaram o seu genro. Agora eles agridem a sua mulher, Monica, que tem a irrestrita solidariedade, amor e respeito de seu marido, de seus filhos, netos e de milhões de brasileiros.”

Bicudo declara voto em Serra



Do portal Terra


 

Fundador do PT, ex-deputado e vice-prefeito na gestão de Marta Suplicy (PT) em São Paulo, o jurista Hélio Bicudo declarou voto no candidato do PSDB à presidência da República, José Serra, no segundo turno. "Eu voto no Serra no segundo turno. Com Dilma, teremos um sistema mexicano de continuísmo", disse em vídeo publicado no canal de Serra no YouTube.

"Se nós deixarmos a candidata Dilma ganhar nós vamos ter aqui no Brasil, ainda que se diga que não, um sistema mexicano. Um partido comandando o País durante 40, 50, 60, 70 anos, com todo esse passado de corrupção, que vai aumentando em cada momento em que esse mandato se torna maior".

Bicudo, que na primeira rodada das eleições apoiou Marina Silva, do PV, agora defende o voto em Serra por ele ser "um homem competente" e "sério". Para o ex-petista, não há marcas contra o passado do candidato do PSDB. O jurista ressalta ainda a experiência de Serra quando ministro no governo Fernando Henrique Cardoso e o classifica como um "excelente" governo do Estado de São Paulo.

Militante pelos direitos humanos, Bicudo alega que o "continuísmo" do PT na presidência por mais de oito anos "não é democrático". "A alternância de poder é uma característica da democracia", justifica.

Em setembro, Bicudo liderou outros juristas no lançamento do "Manifesto em Defesa da Democracia" durante ato na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, em São Paulo.


17 de out de 2010

Debate da Rede TV

Um verdadeiro abismo separa os dois candidatos. O Serra é infinitamente superior em todos os aspectos. Tem momentos em que chagamos a ficar envergonhados pela Dilma, pelo tanto que ela se atrapalha e se enrola. Definitivamente ela não é muito boa com esse negócio de palavras e números, é melhor com armas na mão. Sem a "maquiagem" dos marqueteiros, o que sobra é uma candidata pra lá de medíocre, sem capacidade para presidir sequer um grêmio estudantil.

Suspeita de fraude envolve homem de confiança de Dilma, diz 'Época'



O banco público de desenvolvimento da Alemanha, Kreditanstalt fur Wiederaufbau (KfW), ingressou com uma ação de danos materiais e morais no Brasil que envolve um dos homens de confiança da candidata Dilma Rousseff (PT) no setor elétrico, Valter Luiz Cardeal de Souza, presidente de uma subsidiária da Eletrobrás, num escândalo de fraude milionária em empréstimos internacionais de 157 milhões de euros, segundo publicou a revista "Época" neste fim de semana. A ligação de Dilma e Valter vem desde os anos 90. Cardeal chegou à Eletrobrás por indicação de Dilma quando era ministra das Minas e Energia. Nove pessoas, entre elas quatro militantes do PT gaúcho, respondem a processo na Justiça Federal do Rio Grande do Sul, após a investigação da Polícia Federal que constatou, em 2007, crimes de formação de quadrilha, corrupção passiva e ativa e estelionato. Cardeal e Dilma não são acusados neste processo. Porém, o KfW decidiu ingressar com outra ação, na 10 Vara Cível de Porto Alegre, para pedir indenização à Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), que é presidida por Cardeal. De acordo com "Época", que teve acesso à ação, o banco alemão sustenta, com relatos, fotos e documentos, que Cardeal e Dilma tinham conhecimento da fraude em torno das garantias legais exigidas para o empréstimo, que seria usado para a construção de sete usinas de biomassa que não saíram do papel.  "Até mesmo alguns políticos conheciam os fatos, como a então ministra Dilma Rousseff", diz a ação da KfW, que sustenta que a petista sabia sobre a transação e obtenção das garantias do empréstimo durante um seminário na Alemanha, em 2007.  A CGTEE, como subsidiária de estatal, é vedada pela Lei de Responsabilidade Fiscal de assumir compromissos de fiador para empréstimos internacionais. O caso teria sido apresentado em um dos painéis sobre negócios no Brasil. A assessoria de Dilma confirma a participação no evento, mas nega que o negócio tenha sido discutido. O banco alemão tenta demonstrar que a oferta da garantia fraudulenta da CGTEE para o empréstimo a duas empresas privadas brasileiras sem patrimônio suficiente eram de amplo conhecimentos das autoridades do setor elétrico do Rio Grande do Sul, como Cardeal e também Carlos Marcelo Cecin, ex-diretor da CGTEE e um dos elaboradores do projeto Luz Para Todos, programa-vedete de Dilma. Cecin é um dos acusados na Justiça Federal e confirmou na ação cível que os detalhes do empréstimo "eram um assunto de conhecimento de todos", inclusive Cardeal, que esteve na Alemanha com o acusado de ser o mentor do golpe, Erwin Alejandro Jaegger, representante da empresa alemã CCC Machinery, que intermediou os financiamentos das duas empresas brasileiras, Winimport e Hamburgo, com o KfW. Procurada, a assessoria da Eletrobras não localizou Cardeal para explicar o caso.


E se o Serra vencer?


E se o Serra vencer? Em primeiro lugar, independente da diferença de votos, o PT tentará impugnar a eleição e/ou a totalização de votos de todas as maneiras possíveis. Bradarão aos quatro ventos palavras de ordem inflando suas massas de aloprados contra o processo eleitoral, dizendo ter havido algum tipo de fraude, ou tentando encontrar factóides que possam abrir alguma brecha para impugnar a candidatura de Serra, ou invalidar o processo eleitoral. Paralelo a isso, não espere que haja algum tipo de processo de transição civilizado como foi o que FHC fez quando da vitória de Lula em 2002. As portas não se abrirão para ninguém até o dia primeiro de janeiro. Nem uma única folha será aberta ao novo governo antes do ano novo. Até porque o Lula e sua corja vão precisar usar esses dois meses com bastante propriedade para tentar esconder ao máximo suas mamatas e falcatruas, pois o novo governo terá acesso a todos os fatos que hoje são secretos por serem de segurança nacional, como por exemplo, as faturas dos milionários cartões corporativos, isso sem citar contratos milionários que enriqueceram muita gente por aí. Tem muita sujeira para empurrar para baixo do tapete, aliás, muito mais sujeira do que tapete. Tem muito rastro de corrupção para ser apagado, muito favorecimento a ser disfarçado. O pessoal do PT estará bastante ocupado no planalto durante esses dois meses. Dias desses vi a citação de um pronunciamento do Lula onde ele dizia que ainda tinha quatro meses (na ocasião) de presidência, com a caneta na mão e que “em quatro meses dá para fazer miséria com a caneta na mão”. Pode ter certeza que ele fará “miséria” nestes dois meses finais, quando estará a ponto de passar a caneta para mãos inimigas. Ele tratará de garantir benefícios para si e para os seus, de maneira mais rápida possível, deixará também armada inúmeras arapucas para o governo vindouro, principalmente assumindo compromissos que não possam ser honrados e cumpridos, para depois poder alardear sobre o fato. Outra parcela do PT já começará a organizar a oposição, e se você achava que o PT na oposição até 2002 era burro, irracional, egoísta e contra os interesses do país, sempre sobrepujando seus próprios interesses, ficará impressionado com  quão baixa uma oposição pode ser. Prepare-se para um espetáculo de horrores, recheado com a mais completa lista de eventos bizarros, sempre contando com o inestimável apoio de centrais sindicais e “movimentos sociais” como o MST, que tratarão de criar o caos e desordem Brasil afora. A  vida de Serra não será nada fácil, mas para salvar o Brasil da mão desse bando, vale qualquer sacrifício.

Share/Bookmark

E se a Dilma vencer?


E se a Dilma vencer? Alguém consegue imaginar o que pode acontecer com o Brasil em curto prazo? Eu acredito que muitas coisas nefastas podem acontecer no âmbito político e social. Não acredito em grandes mudanças de ordem econômica. Num primeiro momento, umas das coisas que devemos sentir grande diferença é que se perderá total controle dos aloprados do PT, em outras palavras, vão abrir a porta do hospício e os loucos vão tomar conta. Mais do que isso, junto com os aloprados do PT estarão os fisiologistas do PMDB, que estarão com uma fome enorme, e loucos pra poder meter a mão no pote, agora com mais propriedade, pois tem a vice-presidência. Já a Dilma, num primeiro momento vai querer ver sangue. Vai colocar pra fora a terrorista sanguinária que tem dentro dela e que estava sendo sufocada pela campanha de marketing. Os petistas vão virar sua milícia, e vai começar uma verdadeira caça a as bruxas contra todos aqueles que foram contra ele durante as eleições. Refiro-me a pessoas e entidades civis. Serão perseguidas e caçadas, e na medida em que as leis forem sendo alteradas ou indevidamente interpretadas terão seus direitos cerceados, suas vontades anuladas, sofrerão a fúria de Dilma que buscará vingança, que irá pisar e humilhar todos seus adversários. A lei será: quem não está comigo está contra mim, e quem está contra mim está contra a vontade do povo. Será o fim da oposição, e gradualmente o fim da liberdade de expressão e dos direitos individuais. Se ainda hoje o PT já exerce essa função de milícia, ao querer censurar a CNBB na divulgação de folhetos que orienta os fiéis a votarem contra candidatos abortistas (aliás, serviu o chapéu), e mais do que isso, foram em patrulha, constranger o dono da gráfica, que estava apenas fazendo seu serviço, nada de imoral ou ilegal. Vejam que, será perseguido não apenas os que forem contra o novo regime, mas também aqueles que de forma direta ou indireta derem algum tipo de apoio para os oposicionistas. Haverá um veloz processo de “venezualização” do Brasil. Contando com ampla maioria no Congresso e tendo o silencia de boa parte da imprensa chapa-branca, tudo ficará mais fácil. Rogo a Deus que nos livre desse futuro, e livre nossa Pátria desse tipo de pessoas que pretendem tomar de assalto o Estado e a Nação.

Share/Bookmark

15 de out de 2010

O legado de Lula



 
Sei que deve ter muita gente que torce o nariz só de ler o título deste post; "mas que legado?". Em verdade lhes digo que Lula deixou um vasto legado ao povo brasileiro, sendo a maior parte dele um legado negativo. Dentro desta herança negativa, dou destaque a alguns:

  • Banalização da corrupção;
  • A certeza de que todos são iguais perante a lei, com exceção de alguns que são mais iguais;
  • Ele, Lula, por ter um suposto índice de aprovação alto, está dispensado de cumprir qualquer lei do país;
  • O Estado pertence ao partido e deve ser ao partido;
  • Crimes cometidos por amigos são desvios leves de conduta, crimes cometidos por inimigos são puníveis com apedrejamento;
  • Aliados servem para ser usados enquanto servem para alguma coisa, e depois descartados como lixo, e se voltarem a ter alguma utilidade no futuro podem ser novamente bajulados (vide Ciro),
Na verdade, esta lista seria interminável, e não pretendo fazer um texto muito longo.
Mas não gostaria de me apegar apenas as coisas ruins que o Lula deixou para o nosso país. Parei para refletir sobre as coisas boas, e confesso que depois de muito tempo buscando pela memória alguma coisa boa, me apareceram apenas duas:

  1. Nada;
  2. Ter resistido à tentação do terceiro mandato.

Explico: o primeiro legado positivo de Lula foi não ter feito nada. Ele manteve exatamente a mesma política econômica do governo tucano, apenas colhendo os frutos do que foi plantado nos oito anos anteriores. Mesmo nas políticas sociais, ele surrupiou todas as idéias já existentes anteriormente. Então, não ter feito nada, e estragago o mínimo possível o bom serviço prestado por FHC, foi o primeiro grande legado "positivo" de Lula. Com relação ao segundo, temos que admitir que deva ter sido um esforço sobre-humano para aquele pequeno Narciso travestido de presidente. Ou alguém duvida que se ele tivesse estralado o dedo dando OK, teria alguma dificuldade para alterar a constituição lhe garantindo mandatos seguidos, tal qual seu mentor Chavez? Se você reclama que Dilma é ruim, poderia ter sido pior. Agora é apoiar Serra, para que a partir de janeiro ele comece a "corrigir" o legado que Lula nos deixou.

 

Consulta ao Chile

Lula recebeu uma negativa para a consulta que fez ao governo chileno: não há jeito de tirar a Dilma do buraco. Os socorristas dizem que ela é muito pesada e não cabe na cápsula. Aécio diz que o mineiros vão levantar é o Serra.

***
Agradecimentos ao Francisco Mineiro Jr.




Share/Bookmark

Painel: PV se antecipa a iminente neutralidade de Marina e faz ato pró-Serra

O esperado anúncio da neutralidade da candidata derrotada Marina Silva no segundo turno e a iminência da liberação, pelo PV, do caminho a ser seguido por seus diretórios estaduais levaram um grupo capitaneado por Fernando Gabeira (RJ) e Fábio Feldmann (SP) a marcar para segunda-feira um ato público em São Paulo no qual será referendado apoio de parte dos verdes a José Serra.

Segundo o "Painel" da Folha, editado por Renata Lo Prete (íntegra somente para assinantes do jornal e do UOL), o argumento a justificar o acordo é a observância dos dez pontos programáticos apresentados pelo partido e a promessa de cooperação tucana no embate que se avizinha no Congresso em torno da votação Código Florestal.

Os "marineiros" pró-Serra dizem reunir 70% do PV.

Oficialmente, o partido tomará a decisão de apoio a um dos candidatos ou de neutralidade no próximo domingo, durante convenção nacional do partido.

Terceira colocada no primeiro turno com cerca de 20 milhões de votos, Marina virou alvo de disputa entre Dilma Rousseff (PT) e Serra para um apoio neste segundo turno.

*******


O PV está sendo coerente com a história recente das relações PV x PT


Share/Bookmark

13 de out de 2010

Bornhausen diz que PT tem projeto de "dominação total"

O líder do DEM no Congresso, deputado federal Paulo Bornhausen, acusou o PT nesta quarta-feira (13), em reunião com líderes do DEM, PSDB e PMDB de Santa Catarina, de manter um projeto de "dominação total" sobre as "liberdades individuais e sistema político nacional".
Para o democrata, uma vitória de Dilma Rousseff (PT) e a maioria do Senado e da Câmara dos Deputados formados por governistas representaria um "risco absurdo" ao País. "Eu sei qual ovo de serpente foi colocado no Congresso Nacional para iniciar o projeto de dominação total do PT sobre a nossa política e a sociedade", afirmou. "No programa eleitoral, eles estão falando em maioria de 350 parlamentares na Câmara. Mas este número vai passar de 400", completou.
Segundo Bornhausen, um eventual governo Dilma aprovaria o que "bem entendesse". Ele citou o chamado projeto de "cotas" na TV por assinatura, ainda em tramitação no Congresso: "o PT vai aprovar isso e interferir nos canais e programação. (...) Vamos assistir ao Lula, a Dilma e toda a catrefa (sic) em pleno horário nobre. E não vai adiantar mudar de canal porque eles estarão em todos", afirmou.
O deputado ainda acusou os petistas de realizarem um projeto para "acabar com liberdades individuais" e disse que as lideranças não poderiam ter "vergonha" de pedir votos para José Serra (PSDB). "Vão aprovar a descriminalização do aborto e outros absurdos. Passei quatro anos na oposição sofrendo, mas lutando pelo Brasil", afirmou. "Não podemos ter vengonha de pedir votos pois quero um País com liberdades e democracia", concluiu.


Share/Bookmark

Saiba como Dilma ajudou a privatizar a CRT no RS

Do blog do Políbio Braga:

Bem ao contrário do que trombeteiam seus programas eleitorais na TV, a candidata do PT a presidente, Dilma Roussef, trabalhou durante toda a sua primeira administração como secretária gaúcha das Minas e Energia (1.12.1993 A 2.1.1995) no governo do PDT, para privatizar a CRT, a Companhia Riograndense de Telecomunicações. Quando saiu do governo, foi contratada pela RBS para ajudar a conceber a aliança com a Telefônica de Espanha para privatizar a CRT.


. Durante o governo do PDT, que foi de 1991 a 1994, a mando de Dilma Roussef, seu então subordinado, o presidente da CRT, Milton Zuanazzi, homem que ela levaria no governo Lula para a Anac, fez várias viagens a Santiago para afivelar o negócio com a CTC, a Companhia Telefônica do Chile, então controlada pela Telefônica de Espanha.



. O negócio não saiu.



. É que o governador Alceu Collares, também do PDT, como Dilma Roussef, já tinha assinado um protocolo intenções com a Stet, na época a estatal telefônica da Itália, mais tarde privatizada e transformada em TIM. O governo chegou a iniciar negociações com a RBS para interessá-la a se associar à Stet e assumir a CRT, mas o presidente Nelson Sirotsky tinha outros planos e disse ao interlocutor que o procurou, logo após farto almoço que ambos mantiveram na própria sede do grupo gaúcho (o interlocutor tinha acabado de regressar de Havana, onde verificou de que modo a Stet passara a operar uma fração dos serviços telefônicos locais, por concessão do governo comunista de Fidel Castro):



- Se for para comprar a CRT, eu compro sozinho e não preciso dos italianos.



. Ao bater de frente com o próprio governador Alceu Collares, Dilma Roussef e o presidente da CRT pagaram caro pela ousadia. Zuanazzi foi demitido com desonra da CRT.



. O negócio que o governo pensava tocar com a Stet, era complicado, envolvia emissão de debêntures conversíveis em ações e acordo de acionistas, porque a Lei de Privatizações ainda não tinha sido editada, o que só aconteceu no governo FHC.




. Terminado o governo, Dilma Roussef, de posse de toda a memória das negociações com a Telefônica de Espanha, via CTC, mais informações privilegiadas sobre a CRT, foi trabalhar para a RBS, a convite do então diretor Jurídico, Afonso Motta (Deputado Federal eleito pelo PDT em 2010). Motta, brilhante advogado, era do PDT como Dilma Roussef. Nem uma só vírgula de qualquer contrato ou acordo da RBS saía do grupo sem o seu aval.


. A ex-secretária de Minas e Energia foi ajudar na área de Projetos Especiais da RBS. Um deles, o mais ambicioso e brilhante, foi o que levou ao acordo com a Telefônica de Espanha. Nelsinho, o dono da RBS, e Juan Villalonga, no dia 16 de dezembro de 1996, dois anos depois do final do governo do PDT, venceram o leilão de privatização da CRT. Na data da privatização da CRT, a composição acionária da Telefônica do Brasil era: Telefônica Internacional, 30%; RBS, 30%; e o restante das ações dividido entre a Portugal Telecom, 23%; a Iberdrola (empresa de energia espanhola), 7%; e o Banco Bilbao Vizcaya, 7%.


Share/Bookmark

Jingle do Serra no rádio, hoje pela manhã

Veja a letra do jingle do Serra em seu programa de rádio he pela manhã, onde ele acusa a Dilma de ter "pelo menos, duas caras":

 "Como é que dá pra confiar? Não sei quem é. Do MST ela reclama na entrevista, mas sai na foto da revista com o boné. (...) Na Casa Civil, a Erenice era parceira. A casa caiu, ela não sabe nem quem é. O que ela diz, muda o tempo todo. Assim parece que nem ela bota fé"



Share/Bookmark

12 de out de 2010

Dilmanic


 

Todos conhecem a história do Titanic, aquele navio colossal, construído com muito dinheiro, fruto da megalomania de um homem, e que antes de iniciar sua viagem inaugural, disseram que era tão forte e seguro que "nem Deus afunda".


 

Pois bem, agora apareceu a versão brasileira: DILMANIC.


 

A Dilmanic guarda muitas semelhanças com seu colega que afundou no começo do século passado: foi uma candidatura construída com muito dinheiro (principalmente de Casa Civil), fruto da megalomania de um homem (desnecessário comentar), e que durante sua viagem inaugural, disse que era tão forte "nem Deus tira esta vitória".


 

A história se repete, e acreditando você ser obra de Deus ou não, o fato a Dilmanic começa a dar os primeiros sinais de que está fazendo água.


 

Já é pública a briga dentro da direção da campanha, os votos estão se esvaindo. Quanto mais tenta se aproximar dos religiosos, mais besteiras a criatura faz e fala. O "criador" e "capitão", ao ver a candidatura começar a fazer água, já dá sinais de que será o primeiro a pular na água, seguido bem de perto pelo PMDB (este obviamente não pulará na água, mas do barco do PSDB).


 

A vitória de José Serra se mostra cada vez mais possível e mais concreta. O que veremos até o dia das eleições será um espetáculo de horrores por parte do PT, baixando ainda mais o nível desta campanha.


 

Que vá a pique logo!!

Você pensa que a Dilma é Lula?


 

Essa eu copiei de um comentário anônimo de um post no blog do Coronel. Achei absolutamente hilário:


 

"Você pensa que a Dilma é Lula? A Dilma não é Lula não. O Lula vem do alambique e Dilma da corrupção."

Sem dúvidas deveria ser o jingle da campanha.

Cálice

video

Share/Bookmark

8 de out de 2010

Aborte esta candidata



Share/Bookmark

Plano de governo da Dilma

Muito esclarecedor o vídeo abaixo. Divulgue!!!!



video


Share/Bookmark

7 de out de 2010

Segundo turno

Embora a "fera" tenha alcançado 46,91% dos votos, no primeiro turno, isso não indica que lhe falte o equivalente a 3,09% dos votos para se eleger.


E esse dado é MUITO IMPORTANTE!

Temos que observar outros números MAIS IMPORTANTES que poderão modificar as projeções para o SEGUNDO TURNO!

Senão, vejamos:

Dos 136.004.825 eleitores um total de:

• 24.719.085 NÃO COMPARECERAM PARA VOTAR!

• 3.481.855 VOTARAM EM BRANCO;

• 6.125.979 ANULARAM O VOTO E

• 19.636.094 ELEITORES VOTARAM EM MARINA SILVA.

Assim temos um total de 53.963.013 ELEITORES que não votaram em qualquer dos dois candidatos ao SEGUNDO TURNO.

Vejam que o total desses votos é SUPERIOR ao obtido por ella (47.649.479).

Se o esforço concentrado dos últimos dias fez com que a tendência da vitória no primeiro turno fosso revertida, agora é hora de um novo esforço junto a:

• eleitores da Marina Silva;

• dos que votaram em branco;

• dos que não compareceram e

• dos que anularam o voto,

no sentido de que REVEJAM suas posições e que se alinhem junto daqueles que não querem entregar o Brasil para ella transformar nossa nação num país onde não haja liberdade de imprensa; num país onde direitos e garantias individuais, bem como o direito de propriedade venham a ser desvirtuados.



Não podemos permitir que os desmandos do presidente se prorroguem por mais quatro anos, nas mãos de uma criatura que tem uma folha corrida de crimes, terrorismo e um passado nebuloso.



Temos de nos livrar das quadrilhas que o PT instalou em Brasília.



Use de todo seu poder de argumentação no sentido de que mais e mais brasileiros se mobilizem no sentido de que ella não venha a ser eleita nesse segundo turno!



A influência deve ser exercida em todos os lugares que você freqüente: escola, local de trabalho, consultório médico ou dentário, clube, cabeleireiro e barbeiro, com seus auxiliares, com seus PARENTES.



É preciso que todos sejam despertados para que a liberdade reinante em nosso país não venha a ser destruída.


Share/Bookmark

SC: Dilma perdeu nas cidades visitadas por Lula na campanha

Fabrício Escandiuzzi
Direto de Florianópolis

A candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, foi derrotada nas únicas três cidades do Estado de Santa Catarina visitadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a campanha.

Criciúma, Itajaí e Joinville foram alvos de visita de Lula no último dia 13 de setembro. Ele participou da inauguração da duplicação de trechos da BR 101 no sul do Estado, visitou o Porto de Itajaí e encerrou a passagem realizando um comício em Joinville, maior colégio eleitoral catarinense.

Em Criciúma, Dilma foi derrotada por uma diferença de dez mil votos: obteve 38 mil contra 48 mil votos do candidato tucano. Em Itajaí, no litoral norte, a diferença foi de oito mil votos. Já em Joinville, palco do polêmico discurso de Lula em que afirmou que o "DEM deveria ser extirpado" da política, a diferença chegou a 60.366 votos.

José Serra obteve 145.858 votos, 46,5% do eleitorado, enquanto Dilma registrou 85.492. Foi a maior diferença entre os dois candidatos em Santa Catarina, justamente em uma cidade administrada pelo PT.


De acordo com o professor Sérgio Saturnino, cientista político e coordenador do Instituto de Pesquisas Sociais da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), a presença de Lula, que registra aprovação recorde em quase todas as pesquisas não seria suficiente para reverter votos em alguns municípios. Segundo ele, o PT não estaria estritamente ligado à Lula e a migração de votos não seria algo tão "certo".

"O Lula é maior do que o PT. Ele conta com a aprovação popular ao ponto do próprio PSDB ter tentado se atrelar sua imagem na campanha. Mas isso não significa que um governo de seu partido será igual", afirmou. "O que existe é o lulismo. Os votos transferidos são lulistas e não petistas", argumentou o professor.

Saturnino destaca que o PT terá que "repensar" seu posicionamento político após a saída de Lula da presidência. "O partido irá ter que debater seu caminho sem sua maior figura em cargo público", concluiu.

*************
Detalhe: Joiville é governada pelo PT. Quem conhece, não vota.


Share/Bookmark