Eugène Delacroix - "A liberdade guiando o povo" - 1830






6 de out de 2010

Dois pesos e duas medidas – PT “way of life”

Saiu na imprensa catarinense as seguintes manchetes referentes a (quase ex) senadora e ex candidata ao governo catarinense Ideli Salvati (que ficou em 3º lugar nas eleições vencidas por Raimundo Colombo – DEM, em primeiro turno):

Ideli acusa Ibope pela derrota e diz que PT foi "garfado"

Senadora quer proibir pesquisas


 

Comento:

Chega a ser hilário o acesso de fúria de Ideli contra as pesquisas eleitorais. Pimenta nos olhos dos outros é refresco. Mais "garfado" do que o Serra foi pelos institutos de pesquisa, impossível. Nunca antes na história destepaíz se viu tamanha pilantragem na venda de pesquisas.

Ver o maior cliente dos institutos reclamar do produto que comprou é bem irônico.

Quer dizer, que estas mesmas pesquisas, enquanto davam vitória de Dilma em SC eram válidas? Estavam erradas apenas no que dizia respeito aos números da Ideli? Essa é a lógica petista. Acho que Ideli tem até o direito de pensar isso, agora ir à imprensa e falar este amontoado de asneira, é hilário.

Na verdade o que aconteceu foi o seguinte: o Lula é a maior ratazana do navio, o primeiro a pular fora quando as coisas vão mal, e como a Ideli está com o nome mais sujo que pau de galinheiro, por ter se colocado a serviço do governo pra empurrar a sujeira do senado pra baixo do tapete, a ratazana-molusco jogo-a aos tubarões, abandonando por completo sua candidatura.

Felizmente SC enterrou Ideli "rainha-das-ONG's" Salvati da vida política. A partir de janeiro ela terá que procurar emprego, ou fundar uma ONG e esperar pelas verbas federais.

Nenhum comentário: