Eugène Delacroix - "A liberdade guiando o povo" - 1830






27 de out de 2010

O risco Dilma

Nota oficial do DEM

Entre os vários riscos que o Brasil corre com a possibilidade de Dilma Rousseff ser eleita Presidente da República, a preservação da democracia, das liberdades individuais é, com certeza, o mais grave. Enquanto sua candidata faz discursos de conveniência, o PT já avança em vários Estados do país contra a liberdade de Imprensa, com a criação de conselhos estaduais de comunicação. Esses conselhos são filhotes do mal maior gerado na Conferência Nacional de Comunicação, sob a inspiração do ministro da Secom, Franklin Martins, o Conselho Nacional de Comunicação. Travestidos de representantes da sociedade civil, sindicatos controlados pelo PT aprovaram, na Confecom, os mais variados tipos de censura à imprensa e à liberdade de expressão. Agora, depois da primeira parte da derrota que sofreram nas urnas no primeiro turno e com a cada vez mais real vitória de José Serra e Indio da Costa, eles apressam seus planos totalitários investindo contra a imprensa regional. O país, no entanto, está atento. Os Democratas, através de seu presidente, já estão agindo na justiça para impedir que os petistas transformem o Brasil num regime similar ao que Chávez implantou na Venezuela. E o eleitor também está atento: além de escolher o homem público mais preparado para governar o Brasil, José Serra, ele vai às urnas neste próximo 31 de outubro para proteger a democracia.




Paulo Bornhausen

Líder do DEM na Câmara Federal
 
 

Nenhum comentário: