Eugène Delacroix - "A liberdade guiando o povo" - 1830






8 de ago de 2012

Ministro nega que governo é atingido com julgamento do mensalão



Do 24 Horas News

Petista influente, o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo negou que o governo sai atingido com o julgamento do mensalão e também refutou as informações que circulam nos corredores de que Dilma Rousseff está promovendo uma agenda positiva como contraponto ao maior julgamento da história do Supremo Tribunal Federal (STF). Dilma lança na manhã desta quarta-feira um plano de prevenção e combate a desastres naturais.

"Este tipo de ato é normal do governo. Temos atos cotidianos em que questões importantes levam a presidente da República e os ministros a comparecer para colocar em público políticas governamentais¿, desconversou o ministro. O julgamento deve durar mais de um mês na Suprema Corte, mas o governo não acredita que venha a ser prejudicado com a lembrança do maior escândalo político do governo Lula. "O governo em nenhum momento será atingido por nenhuma decisão que for tomada pelo Poder Judiciário. Nós vivemos em um estado de direito", ressaltou.

As sustentações orais da defesa dos réus continuam hoje à tarde, a partir das 14h. O primeiro advogado a falar será Márcio Thomaz Bastos, em nome de José Roberto Salgado. Cada advogado tem o prazo regimental de uma hora para apresentar suas alegações. (...)
_________________________________________________

É claro que não vai respingar no governo. Já expliquei o porque no post anterior.




Nenhum comentário: