Eugène Delacroix - "A liberdade guiando o povo" - 1830






27 de ago de 2012

Quem inventou a corrupção?


Quem inventou a corrupção? Não sei dizer, isso existe desde que o homem caminha sobre a Terra, e ao contrário do que muitos podem pensar, tampouco foi o PT que a inventou.

Pode até não ter inventado, mas transformou a corrupção em "ARTE". Conseguiu elevar a corrupção e o peculato a um nível jamais imaginado na sociedade pós-medieval.

E o caminho foi relativamente simples: o brasileiro, ao contrário do que dizem as propagandas, é um povo com certa tendência à corrupção (quem nunca viu gente ultrapassando pelo acostamento, furando fila, não devolvendo troco errado, etc?). Afinal de contas, nossa classe política não veio de Marte, veio do seio do povo. Junte-se a isso o populismo extremado, um linguajar chulo e a porta dos cofres abertas aos amigos do rei, que facilmente faz o povo perder o que ainda tinha de senso crítico, de capacidade de revoltar-se com o errado. Corromper-se e tirar vantagem de tudo e todos virou algo visto com o normal, e mais do que isso, sinal de esperteza e inteligência política.

Esse é o grande legado do PT (até agora, coisas piores podem vir) à cultura brasileira: tornou o errado corriqueiro, se os outros fazem também posso fazer, se alguém roubou também posso roubar, se for para o bem "da causa", tudo é permitido. Acabou o pecado (desde que tenha uma vela acesa ao santo certo, quele com um broche de estrelinha vermelha no peito).

O que o PT fez pela moral e ética do Brasil nos últimos 12 anos, levar-se-á décadas para recuperar e voltar a colocar a moral na pauta da vida dos brasileiros.


Nenhum comentário: