Eugène Delacroix - "A liberdade guiando o povo" - 1830






9 de jan de 2013

O Partido da Incoerência

Pode-se falar o que quiser do PT, mas nunca antes na história deste país existiu um partido como este, absolutamente ímpar.

O PT se diz vítima do regime militar, que teve seus membros perseguidos, presos, torturados e exilados, e que toda essa luta foi em nome da democracia.
Quando o regime militar acabou e o Brasil fez uma nova constituição, apelidada de "Cidadã", o PT foi contra, não assinou a carta magna.

Posteriormente, quando o então presidente Fernando Collor foi pego com a mão na cumbuca, em um esquema de corrupção, onde o fator determinante foi o recebimento de um Fiat Elba, o PT botou os militantes na rua e pediu o impeachment de Collor (mesmo que 15 anos depois, Collor se tornou um dos maiores aliados do PT, assim como Sarney e Maluf).

Depois o PT chega ao poder. O governo é surpreendido no maior caso de corrupção da república. Mas agora  ao invés de impeachment, os petistas falam em golpe, estariam sendo vítimas de um golpe da imprensa e das "elites". Incrível como as perspectivas mudaram.

Quando Genoíno e Dirceu são condenados a cadeia por corrupção  os petistas falam de golpe do STF contra a democracia. Dizem que a história de vida, de luta "a favor da democracia" coloca estes homens acima da Lei. O que fizeram no passado serve de passe-livre para os crimes do futuro. Ou seja, os fins justificam os meios, e os petistas estão sempre acima da Lei (além do Sarney).

Em termos de relações exteriores, os absurdos são ainda maiores. Lula e o PT sempre foram intimamente ligados as principais ditaduras mundiais (Cuba, Líbia, Irã, Venezuela).

Quando o presidente de Honduras sofreu impeachment, dentro das mais corretas regras constitucionais daquele país, o PT bradou "golpe" e deu asilo político a Zelaya na embaixada brasileira (!). O hóspede ficou lá alguns meses, depois foi embora por ter caído no ostracismo, mesmo dentro de seu país.

O mesmo aconteceu no Paraguai, que destituiu seu presidente seguindo rigorosamente as regras constitucionais. Da mesma forma o PT gritou "golpe".

Agora é a vez da Venezuela, que quer manter presidente um homem que ninguém sabe se está vivo, violando as regras constitucionais. Aí o PT vem e diz que está tudo certo na Venezuela, não há nada de errado. O PT não aceita a Constituição Brasileira (tampouco a respeita), mas vive se metendo na constituição dos outros países.

Nestes 10 anos de governo o PT mostrou sua verdadeira cara: incoerente, corrupto ao extremo, anti-democrático, autoritarista, inescrupuloso e amoral (que não possui moral alguma).

O Brasil é hoje refém desta quadrilha, onde o resgate é o pacote de "bolsas-qualquer-coisa", que funciona como uma arma apontada para a cabeço do povo mais humilde: deixe de votar no PT e a arma dispara.

Nenhum comentário: